jusbrasil.com.br
13 de Abril de 2021

Esforço e dedicação: idoso de 82 anos se forma em Direito em Castanhal

ADVOGADO DIGITAL
Publicado por ADVOGADO DIGITAL
há 7 meses


Aos 82 anos, o bancário e militar Coriolando de Souza Pinto concluiu, com esforço e dedicação, o curso de Direito na Faculdade Estácio de Castanhal, município localizado a 76 quilômetros da capital paraense, Belém. Ao realizar esse sonho, de forma remota, em meio à pandemia do novo coronavírus, o mais novo bacharel em Direito comenta sobre os desafios enfrentados e vencidos ao longo dos cinco anos de curso.

“Foram vários desafios, o primeiro deles era não faltar às aulas e eu obtive 100% de presença durante todo o curso. O segundo foi a realização do TCC, principalmente do tema escolhido desde o primeiro dia de faculdade: “Uma reflexão sobre o Código de Direito Canônico à luz de nulidade matrimonial”, conta Coriolando. Ele explica que a escolha do tema foi motivada pelo desempenho como Diácono Permanente da Igreja Católica, com 40 anos de ordenado.

“Tive como professor-orientador o mestre Ebadan Fortes, ao qual agradeço os ensinamentos transmitidos, ao final consegui nota excelente, gratificante a todo esforço despendido”, acrescenta Coriolando, que em nenhum momento pensou em desistir da graduação. “Caso ocorresse, eu estaria dando um péssimo exemplo a todos os que em mim confiavam, principalmente aos meus filhos e netos”, afirma.

Formar-se em um cenário de pandemia não estava nos planos de Coriolando, mas a conquista rendeu celebrações junto à família. “Não foi como sonhei e planejei, mas celebrei com minha família, minha esposa que sempre me apoiou, meus filhos e filhas, netos e netas, que são meu orgulho. Alguns já formados em várias áreas, inclusive Direito também, Contabilidade, Computação. Outros cursando outras áreas. Celebrei ainda com amigos, cada um em sua casa, devido à pandemia, mesmo assim foi um momento inesquecível para todos”, comemora Coriolando.

Feliz pela vitória, ele deixa uma mensagem aos amigos de turma que não puderam concluir. “Nunca desistam de alcançar seus objetivos, não existe idade para sentirmos a alegria do somatório de lutas e desafios que podemos superar ao longo da jornada. Enfrentem as dificuldades que aparecerem, confie sempre na capacidade de alcançar os seus sonhos, um dia você sentirá a felicidade e alegria que hoje estou sentindo, apesar dos meus 82 anos de vida ao obter um curso superior”, declara.

Para o diretor da Estácio Castanhal, Henrique Rocha, Coriolando é um exemplo de que é possível realizar sonhos, independente da idade que se tenha. “Mesmo com todas as dificuldades, ele conseguiu a tão sonhada formação em Direito. E nós temos muito orgulho disso, de poder ajudar as pessoas, transformar a realidade de vida delas e inseri-las no mercado de trabalho”, festeja Henrique. (Texto - Ana Laura Carvalho - Agência Eko)

(Por Benigna Soares / Fonte: redepara.com.br)

.................................................................................................

🌐 Conheça nosso ➡️ INSTAGRAM e FACEBOOK ⬅️

📰 Veja também:

✔️ Cronograma OAB 90 dias - O melhor custo benefício em Planejamento de Estudo para o Exame da Ordem.

✔️ Revisão da Vida Toda - PBC - Material Completo Atualizado

✔️ Mega Combo de Petições 2020 mais de 4.000 modelos de ALTO VALOR testadas e aprovadas, e o melhor: verdadeiramente atualizadas!

5 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Muito bom pra ele, devia ser o sonho dele.

Agora, a preguta que fica para mim e muitos que não tem a mesma coragem que eu de perguntar é:

O que vai fazer com isso?

A Hipocrisia aqui e em todo lugar é tanta que vão me "matar de crítica"?

Mas não me importo, a morte faz parte da vida para crianças, jovens, adultos e muito mais para idosos...., quando a gente é jovem ainda pensa: "VOU ME FORMAR E TRABALHAR COMO ADVOGADO QUE É MEU SONHO" (pode até ser que morra assim que formar, mesmo jovem, mas pelo menos tem a esperança porque é jovem)...e agora, neste caso? Será que a ideia dele é falecer bacharel?

Fiquei curiosa porque meu pai, quando eu estudava Direito e estava com 28....formei com 33...ele dizia: o que "cavalo velho quer estudar"?
Acho que ele pensava que eu saia todas as noites pra rodar bolsinha...., quando me formei, mostrei o diploma e depois convidei ele pra entrega da carteira da OAB, ele sequer foi....hoje está com 84 (saudável);.... depois que se aposentou, antes do tempo (com 64), nunca mais pegou em uma enchada para carpir o quintar de casa...., minha mãe, agora com 71 é sempre quem fez e faz tudo isso e muito mais!
Graças a mim mesma cheguei a ter um diploma quando já era velha para o modo de ver do meu pai (33 anos).
A vida é um poço de mágoas e trapos sujos!

ESTOU REPENSANDO A VIDA E OS VALORES!
Desculpe a quem se ofendeu! continuar lendo

Tem um ditado que diz: "enquanto há vida há esperança". Talvez, com o diploma e com a carteira da OAB, ele possa advogar, abrir seu escritório, etc, e etc....

Não sei pelo que você passou e esteja passando, mas ninguém consegue chegar a lugar nenhum nesse mundo sozinho. O ser humano necessita viver em sociedade, e, a primeira sociedade da vida de qualquer pessoa é a família. Talvez as críticas de seu pai quando você estudava, penso eu, foram para o seu bem, foram para lhe proteger, quem sabe, de algum mal, pois pai que é pai e mãe que é mãe sempre se preocupam e querem o melhor para o filho; quando você diz que "graças a mim mesma cheguei a ter um diploma", não tirando o seu mérito, está sendo ingrata e egoísta, tenho certeza que sem seus pais jamais chegaria onde chegou. continuar lendo

Discurso mais vazio esse seu Nilson Levi do Rosário.

Você nasceu ontem? Eu nasci há 51 anos...vi e vejo coisas.

Pais matam, pais estupram, pais separam e não dão pensão, pais exploram filhos para trabalhar enquanto crianças e vc vem falar da minha vida...., meu pai queria me proteger???
kkkk, faça me rir.

Ele é muito honesto, caseiro e nunca traiu minha mãe (não bebe e nem fuma), sempre trouxe a micharia que ganhou para casa e nos ensinou a ser honestos (no entanto nos humilhava, nos batia e nunca nos deu um abraço).

SEMPRE FOI UM GROSSEIRÃO COM MINHA MÃE e todos os 5 filhos; CONTOU OS DIAS PARA SE APOSENTAR, TANTO QUE APOSENTOU ANTES DO TEMPO E FICOU COM SALÁRIO MÍNIMO.

Eu trabalhei em dois empregos e demorei 6 anos para conseguir me formar porque sequer havia hora de almoço....com o dinheiro dos dois empregos ajudava em casa e me formei na maior das dificuldades e ainda era chamada de "cavalo velho" que não precisava mais estudar...., achava que eu estava na rua, por aí, enquanto eu estava dando o couro para a faculdade, usando o meu próprio e suado dinheiro mensal....,

acho que a vergonha de eu mostrar o Diploma e depois passar na OAB foi tanta que ele nem foi no meu juramento da OAB, tampouco na minha festa de formatura....; não dá pra falar da vida de quem vc não conhece.

Eu só indaguei o texto pra que serve um curso com 82 anos?
Só curiosidade. Mas não julguei....e vc já me julgou dizendo que sou ingrata. Amo meus pais, inclusive meu pai que é um egoísta e grosseirão...., pelo menos me fez honesta, justa e não me abandonou quando criança como muitos fazem.

ESSA história de que pai é pai é mais falida que a minha conta bancária! continuar lendo

Me desculpe se fui indelicado em minhas palavras ou se lhe ofendi, não foi minha intenção. Realmente, só sabe a dor quem sente na pele.

Mas não podemos generalizar, cada um tem suas peculiaridades. É certo que o ser humano é mal, mas também existe pessoas boas.

Quando nos deparamos com os noticiários, vemos coisas horrendas acontecendo na família - logo na família que é a base da sociedade - é filho matando os pais, são pais matando filhos, é isso..., é aquilo..., isso nos causa repulsa e indignação, e, nos perguntamos, como pode um filho fazer isso? ou como pode uma mãe ou um pai fazer aquilo? Tudo só mostra o quanto nós seres humanos somos perversos e egoístas; toda essa violência e maldade que acontece no seio familiar, acaba se refletindo de alguma forma para toda a sociedade.

Mas eu acredito que o bem sempre deve prevalecer, que o amor pode superar toda dor e todo ódio. Apesar de tudo que você passou, disse que ama seu pai, é isso que mais importa. continuar lendo

Boa tarde tem um processo trabalhista em fase caule demora quanto tempo continuar lendo